2010-07-19

A Apple não é mais a mesma, Parte 3

A Apple desagradou a imprensa e ofendeu o resto da indústria por uma questão de poucas palavras, mal colocadas por questão de orgulho inútil. Steve Jobs convocou uma coletiva de emergência para "controle de danos". Mas em vez de dizer o óbvio

Temos mesmo um problema de recepção no iPhone 4; por isso, vamos dar Bumpers de graça para todos, que resolvem esse problema.

disse

Smartphones de outras marcas também têm problema de recepção, só que o nosso problema não é um problema de recepção; por isso, vamos dar Bumpers de graça para todos, que resolvem esse problema que, como dissemos, não existe.

Essa defesa desnecessária, esfarrapada e arrogante provavelmente foi a coisa mais estúpida que Jobs fez na Apple desde que voltou à companhia.

Agora a imprensa, que vivia de lua de mel com a Apple, resolveu passar repentinamente ao linchamento.

Sabe de uma coisa? Bem feito.

5 comentários:

  1. Eu, sinceramente, não entendo o que você chama de arrogancia. Qual é a empresa que ainda tem a dignidade de fazer uma coletiva de imprensa para se explicar? Achei muito digno por parte da Apple.

    Quando o Google passou pelo mesmo problema com o Nexus One, fez de conta que não era com eles: http://www.engadget.com/2010/02/11/nexus-one-3g-problems-persist-after-update-is-it-a-design-pro/

    De qualquer forma, o Gizmodo teve a vingança que queria. Alardeou para um problema que realmente NÃO é um problema... mas uma característica de TODOS smartphones. Basta alguns minutos no YouTube para ver o death grip influenciando a antena de celulares das mais diversas empresas. Aqui consigo reproduzir o efeito no meu iPhone 3GS e no Nokia E63 da minha mãe com a mesma intensidade.

    Os blogs estão insistindo nesse assunto porque resulta em tráfego. Estão fazendo exatamente como a Globo faz no caso Eloá, no caso Nardoni, no caso Bruno, etc. O povo quer ver sangue. Enquanto Steve Jobs não for guilhotinado, vai ter gente falando mal da antena do iPhone 4 enquanto carrega um Samsung no bolso que possui o mesmo "defeito".

    ResponderExcluir
  2. Será que vai doer no Steve Jobs quando ele perceber que nem o hiPhone 4 terá esse problema tosco na recepção?

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente não vi níveis de arrogância (além do esperado, digo) que você viu. E puxar a sardinha para outras marcas, é uma típica atitude publicitária americana como sabemos.

    ResponderExcluir
  4. Mario passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, espetacular desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
    Um grande abraço e tudo de bom
    Ass:Rodrigo Rocha

    ResponderExcluir
  5. Bruno, Edu: o efeito do Ki-Suco ainda não passou para vocês. A coletiva da Apple foi controle de danos para os que não bebem mais o Ki-Suco, poisa Apple percebeu que a voz dos críticos na Web voltou a crescer muito; é preciso absorver as críticas de alguma forma. Esse recrudescimento é de se esperar para qualquer companhia numa situação de destaque como a da Apple com seus telefones. Erros piores foram cometidos no passado com o Mac, mas o iPhone já é muito mais difundido que o Mac jamais foi, portanto cada deslize é bem mais perigoso. Infelizmente, a defesa da Apple foi porca. O erro da antena foi grotesco, do ponto de vista da engenharia. Os outros celulares não perdem sinal da mesma forma que o iPhone 4, porque este é o único produto que teve a ideia de jerico de colocar a antena em contato direto com a mão pelo lado de fora. Muito doloroso para vocês reconhecerem a possibilidade do erro? O interesse de Jobs é continuar vendendo muito produto. O nosso interesse é comprá-lo se for merecedor disso. Quem tem que defendê-lo é a companhia, não usuários aliciados.

    ResponderExcluir