2009-05-14

Dito na cama

Said In Bed é um site de um humor ácido, chocante e de partir o coração. Especialmente levando em conta que muitas das frases ali anotadas, se não quase todas, devem ter sido reais e não inventadas. É um verdadeiro compêndio da grosseria e indelicadeza íntimas. Dá uma boa noção do que não se deve dizer nunca entre os lençóis. A não ser que você tenha planos de despachar a vítima para sempre, logo após o embate amoroso. Eis uma tradução livre das minhas frases preferidas postadas de 8 de abril a 13 de maio:

Por que você sempre tira a roupa? Você não é atraente.

Ela: Vai logo, termina isso.

Ela: Eu não acredito que acabei de fazer sexo com você.

Ele: Você cheira melhor que a mamãe.

Ele: Por que a respiração ofegante?
Ela: Estou oxigenando o meu sangue.

– Eu preferia estar fazendo sexo com qualquer outra pessoa agora.

– É do mesmo tamanho que os de todos os meus ex-namorados.

– Adivinha quem não está grávida?!

Ele: Adoro esta posição.
Ela: É porque nela você não tem trabalho nenhum.

– Você sabia que os brontossauros nunca existiram?

Ele: Você está ficando boa nisso.
(Depois de quatro anos de namoro)

– Você tem as omoplatas mais sexies que eu já vi.

– Desculpe, eu sou melhor quando estou bêbado.

– Não é um mosquito ali no teto?

Ela: Eu gosto de você porque o seu cabelo longo faz você parecer uma garota.

– Você gosta que lambam os seus dentes?

Ele: Então... você toma a pílula?
Ela: Não, foi por isso que te dei uma camisinha. Certo?
Ele: ...
(Ele estava totalmente bêbado e ainda por cima era um completo estranho)

Ela: Estou menstruada.
Ele: Bom, existem outros buracos...
Ela: Eu não faço anal.
Ele: Nunca? Nem por acidente?
Ela: Não existe anal por acidente.
Ele: Existe sim: acidente na posição cachorrinho.
Ela: Você é gay?
Ele: ...

Ele: Espero que você tenha gostado tanto quanto eu.

– Não, eu não quero ser sua namorada.

– Eu não vou embora enquanto você não achar a minha roupa de baixo.

– Acorde, querida, eu vou ter um orgasmo!

Ele: Meus amigos dizem que eu só me sinto atraído por mulheres que se parecem com a minha mãe. Você não se parece com a minha mãe.

– Eu sou o elo mais fraco!

Ela: Aí não!
Ele: É claro.

– Sério que eu posso ficar grávida com isso?!

Ela: Meus lábios estão inchados.
Ele: Que coincidência! Outra parte minha também está.

Ele: Você peidou no meu saco?

– E se os seus pais aparecerem do nada?
– Sem problema, é por isso mesmo que você está por cima.

Ele (gozando e gritando): Meu Pequeno Pônei!

– Nossa, eu sempre imaginei que você tivesse muito menos peso.

Ele: A noite passada foi ótima. A melhor parte foi quando você foi embora.

– Dá pra gente transar na cama do seu colega de quarto?

Ele: Temos 15 minutos até o peru ficar pronto.
Ela: Perfeito!

– Aaaaah, é tão bonitinho!!

– Obrigada pela proteína!

– A propósito, eu não estou em busca de um relacionamento sério, nem nada desse tipo...

Ela (rindo): Saiu pelo meu nariz!

– Desculpe se fui ruim de cama ontem. Eu já não transava faz duas semanas.

– Isso me lembrou que eu preciso ligar pra sua mãe.

Ele: Espera só um instante, vou pôr pra tocar esta fita da minha banda.
(E ele pôs mesmo!)

– Que gracinha... parece um Shar Pei!

– Nenhuma mulher nunca reclamou antes.

– Você é a minha conquista sangrenta!

– Quando eu te beijo, tento reunir toda a minha emoção e colocá-la no beijo.

Ele: Eu te amo.
Ela: Tá... eu preciso ir embora agora.

– Eu poderia fazer um nó com os seus lábios.

– Minha ex-namorada é bem mais flexível do que você.

– O seu irmão não tem técnica.

– Por que tanta hostilidade? Foi só uma ideia.

– Como assim, você não estava usando camisinha?!

Ela: Qual é o lugar onde você mais gosta de ser beijado?
Ele: Meu p...

Ele: Às vezes eu queria ser bi, porque sinto que estou perdendo muita coisa.

Ele: Não estou acostumado a dormir junto com alguém.
Ela: Não estou acostumada a dormir sozinha.

– Eu queria poder andar por aí o tempo todo dentro de você.

– Jesus, é uma enchente!

– Você tem alguma doença?
– Hmmm... isso não importa mais agora.

Ela: Teria sido melhor se eu simplesmente sentasse no seu nariz.

– Pra quem você está se exibindo? Só tem nós dois aqui. Não tem mais ninguém olhando.

– Você não é gorda, você tem ossos largos.

– Eu precisava botar essa primeira pra fora.

Ela: Você quer de novo hoje? Eu não acho isso normal! Ninguém deveria querer fazer isso toda noite! Talvez seja o caso de você consultar um médico...

Ela: Uau, isso é ótimo!
Ele: Sim, eu sei, mas do que é esse cheiro?

– É bom para a sua pele!

– Esta já é a minha terceira infecção urinária. A gente vai ter que repensar essa relação.

Ela: Eu quero muito você, quero as suas mãos sobre o meu corpo, mas você não pode me ver nua, eu não gosto do jeito como pareço quando fico nua como agora.

Ele (sorrindo): Ahhh, olha que fofo... ele está pulsando por sua causa.

Ela: Seu gozo tem um gosto horrível.
Ele: Pode ir embora agora.

Ela: Aaaah, você entrou tão fundo!
Ele: É? Vamos conferir.
(Ele abre a boca dela para olhar dentro)

Ele: Mas o meu amigo falou que você gostava disso!

Ele: Dá pra parar de borrifar o meu rosto?

– Minha dor de cabeça finalmente foi embora. Até a hora em que gozei.

– Hum. Oiê. Viu. Eu não sou um brinquedo de morder.

– Hoje você vai dormir como um bebê.

Ele: Eu não sabia que você era tão gostosa!
Ela: Eu sei. O seu pai dizia isso o tempo todo.

– Veio assim... do nada!

– Se você me largar, eu te mato.

– Você engravidou? Algo dentro de você está diferente!

– Então... esse não é o seu único travesseiro, é?

– Eu tenho uma cicatriz da última vez.

3 comentários: