2008-12-29

Encyclopedia d'Imphormatica






Edição Extemporanea d’ "O Pensador Differente"
Janeiro de 1919


N'este seculo, em que a civilisação tem caminhado proggressivamente nas principaes nações, não podia esquecer por mais tempo o utilissimo estudo das entranhas d'uma machina de computação e outras assemelhadas creações modernas, as quaes encerram sobremaneira tôdo um mundo de curiozidades e assombros miraculosos, que estupefaceiam o engenho humano!



Hoje tomamos por garantida a facilidade de utillisação dessas trachitanas maravilhosas. Cada vêz e sempre mais lygeiros, os computadores são, por bem, digamol-o, um balsamo para o hommem moderno, pois mais e mais livral-o-ão das tarefas arduas, estafantes, repetititivas, paulatinamente poupando-o do enfado. E nos annos vindouros abrilhantarão a vossa productividade, supprindo e dando azo á toda uma nova era de avanços e triumphos sem fim. O futuro chegou; e V.S. faz parte d’êlle!





O vulgo difficilmente concebe em seu engenho a quantidade portentosa de technologia empenhada em garantir o vosso comphorto e satisfacção em tarefas corriqueiras, taes como enviar uma missiva por estafeta electronico!



Tudo commeça com os dados sendo introdusidos atravez do teclado, êsse adiantado instrummento fornido de sophisticada precisão mechanica...



Lettras e nummeros, vizualisados e confirmados na tella, são de pronto codificados seguindo uma tabela de instrucções interna e scriptos n’um indice especyfico no seu «disco rijo» - nóme creado á partir do Inglez «hard disk» (e tradusido em Portugal como «disco difficil»). Os signais são então communicados á Unidade Central de Processamento, que conteem um dynamico e miniaturisado systema de relés de elevado dezempenho que inter-conectam os componentes do systema.



A requisição vae então ao gestor de communicação externa, singular objecto que porta a alcunha popular de «Modem», contrahida a partir das pallavras Inglezas correspondentes aos têrmos «Motorisado» e «Demonstração», devido ao seu uso original como mechanismo de partida para auto-moveis electricos na Feira Mundial de 1900 de Paris, em França.

Por fim, a vossa preciosa mensagem, uma vez electronificada, adentra a proficua Super-Auto-Estrada da Informação, chegando ao seu destino em poucos dias!







Graças aos recentes avanços, as communicações digitaes nos são mais uteis e faceis de utilisar até do que uma simploria caixinha de rapé. Frente a um computador pessoal, o hommem sagaz não necessita desenvolver mais conhecimentos para utilisal-o do que o que se preciza para acender o vosso cachimbo.



A structura mundial de communicações entre apparelhos computatorios, idealisada e projectada para assegurar a communicação d’além-mar por occasião da recem-finda Grande Guerra, abriu-se para uso civel e foi baptisada de Entre-Rede. Ella compõe uma generoza variedade de serviços, desde o amanuense electronico até os sucedáneos de albums de photographias.



Mas o principal componnente da rede, sem a menor duvida, é a T.T.T. - abbreviação para o nome «Teia da Terra Toda», que comprehende todo o conteudo da Inter-Rede que é aprezentado na forma metaphoricamente cognominada de «páginas». E’ como se tratasse d’um tomo espesso no qual as fôlhas fôssem constantemente re-scriptas, sem a intervenção d’um editor.



Graças á sua peremptoria capacidade, a Entre-Rede offerece os prestimos de coffre collectivo, onde se póde garimpar preciozidades como os discursos dos polyticos, programmmação completa da radio de hondas curtas, bolletins financeiros, cultos religiosos e, não raro, divertidas audio-novellas. Contudo, alguns criticos da novedade postulam todavia que a ausencia d’um editor na T.T.T. explana a multitude de mediocridade e paginas espurias. Sem mencionar-se o palpavel inconvenniente dos gatunos e vandalos digitaes, os quaes occupam-se de copiar paginas alheias lettra por lettra. Outro problema é que jamais há leitores que cheguem para todos os authores a uma dada vêz, o que é summamente aggravado pelo facto de todos os leitores serem tambem authores. Esse estado de cousas occasiona queixumes d’uma classe de «entre-redeiros» inappelavelmente frustrados, que decidiram-se nomear pela alcunha em vóga de «bloggeurs».



De tão assemelhadas ao género humano, as nossas queridas machinas tambem ficam adoentadas. Com effeito, um dos correntes problemas das communicações digitaes é a innefavel presença dos assim apodados «microbeos» ou «germes electronicos» que propagam-se atravez da T.T.T. Os mais vulgares são os virus, pedaços de codigo tão diminutos que não pódem ser deslindados nem pelo mais potente micro-scopio. Há tambem os Cavallos de Troya, missivas malevolas disfarçadas de innocentes fabulas da mythologia Grega. Para combater esse género de ameaça fundou-se nos E.E.U.U. uma empreza de combate á praga sob a tutela do illustre Dr. P. Norton, eximio expoente dos medicos virtuaes.









E’ difficil crer, n’êstes dias hodiernos, que apenas três ou quatro lustros atraz, os nossos expeditos cerebros mechanicos não passavam de reles machinas frias, gygantescas e inamistosas, comprehendidas únicamente por technicos e creadas por scientistas apoz toda uma vida de studo e dedicada formação. Ficamos quasi parvos ao perceber como, de pronto, êstes thesouros artificiaes, verdadeiros génios manufacturados, imiscuhiram-se suavemente ao dia a dia quotidiano, assumindo um natural logar visinho á vossa lareira, perfeitamente á vontade junto á machina de coser da vossa senhora! Todos os hommens civilisados, uma vêz instruhidos n’as artes das lenguagens de programmação, pódem gosar dos variegados beneficios mentaes e physicos da vida electronica.



Todavia, o melhor está no porvir! Graças á uma nova geração de geringonças, a humanidade condusir-se-á aos pincaros da modernidade. Systemas multi-tarefa executarão innumeraveis tarefas em commum n’um mesmo applicativo, e infinitos applicativos egualmente executar-se-ão n’uma só machina.



O emprêgo do processamento parallelo é elucubrado como forma de incremmentar a actualmente já inconcebivel velocidade de nossas machinas. Que sórte de prodygios monnumentais ainda testemunharão os nossos nettos? Os annalystas mais saphos apostam na miniaturisação generalisada. As mais desvairadas phantasias dão conta de dispozitivos moveis combinando terminal de texto e telegrapho n’um só apparelho. Quem viver verá.



Enquanto não nos chegam essas revolucionarias technologias, temos o PDA («Portable Differential Assistant», epitheto em Inglez para «Adjutorio Portatil para Calculo Differencial e Integral»), um minnusculo cerebro plasmado por mão hummana, que póde ser levado na algibeira, até onde der na veneta!



E’ claro, outrossim, que portentosos equipamentos são ainda neccessarios de quando em vêz, no que concerne ao calculo mathematico mais intensivo, exigindo special tyrocinio e pertinacia, como por exemplo na determinação dos ordenados de empregados das firmas, jógos de simulação de tiro &c.






E Não Perca Tambem em Breve:
O Diccionario do Auto-movel!
Incluhindo os mais recentes proggressos d’esta vibrante industria:
Carburação Intelligente
Ammortecimento Regulado á Vapôr
Manivéla de Partida Automatica
Pneus de Couro
G.P.S. e M.P.III Integrados



Uma versão anterior deste artigo foi publicada no suplemento Macintóshico da revista Macmania número 34, de março de 1997, com contribuições de Heinar Maracy e Tony de Marco.

2008-12-22

Porque a época de Natal é adorável

1. Você conseguiu fazer um programa de folga completamente diferente da manada sem imaginação. Que ironia: a cidade, sem toda aquela multidão dirigindo, é muito agradável para passear!

2. Quando você estava prostrado exausto na cama no primeiro fim-de-semana, conseguiu efetivamente chegar a um estado de reflexão saudável, que é exatamente o que os religiosos defendem que o Natal deveria proporcionar, em lugar da desmedida temporada de correria forçada, consumo forçado, boa vontade forçada e compromissos forçados.

3. Chuvas de tarde de verão são lindas.

4. As singelas luzes piscantes da árvore de Natal da família na sala de estar escura são uma conexão mais poderosa com as fantasias, sonhos, lembranças e sentimentos da infância do que a visita ao lotado parque temático e o histórico congestionamento no litoral.

5. O melhor presente que você dá ou recebe de alguém é atenção carinhosa, não um embrulho dispendioso de plástico metalizado.

6. Ler no orkut dezenas de mensagens de Natal de pessoas das quais você não teve a mínima notícia ao longo de todo o ano serve para ressaltar a importância das pessoas que efetivamente se interessam por você fora de qualquer data marcada.

7. Natal e Ano Novo para você são dias comuns, como quaisquer outros do ano, porque você é uma pessoa autêntica e sincera e não precisa forçar um comportamento antinatural nessas datas.

8. Você não precisa fazer listas de coisas que deram certo ou errado no ano, porque sabe que essas datas são apenas marcadores para guiar a nossa medição do tempo, não prazos finais no estilo que nossos chefes e clientes impõem para obterem resultados.

9. Você não precisa fazer listas de coisas que pretende fazer no próximo ano, porque a mudança de atitude está ao seu alcance a qualquer momento, não tem data específica para começar, e o exagerado estabelecimento de metas pode levar a mais frustrações do que a satisfações.

10. Os dias nesta época são os mais longos do ano e você deve aproveitar bem, porque a partir de agora eles voltarão a diminuir.

11. Você não perde de perspectiva o fato de que aquilo que você entende por "Jesus" não tem nada a ver com histeria consumista, correrias aos shoppings, missas de madrugada, mesas abarrotadas de gordura, engarrafamentos descomunais, sorrisos ensaiados, presépios suntuosos, reportagens lacrimosas, artigos piegas, árvores cortadas cercadas de embrulhos.

12. O próprio motivo pelo qual esta lista é mais curta do que a outra: as coisas na vida que realmente importam são muito simples.

Por que a época do Natal é um saco

1. Porque, depois de uma estação inteira empurrando freneticamente o consumismo natalino, as revistas, jornais e TV sofrem um surto de idiotia cultural - ou simulacro de consciência editorial pesada - e bombardeiam os leitores com matérias sobre o mistério de Jesus, o mito de Maria ou a requentadíssima discussão sobre "o papel de Deus num mundo ímpio e iníquo". Dane-se que você não segue a religião dos donos da mídia e só está nessa onda de celebrar o Natal porque ele coincide com a data sagrada mais antiga e igualmente respeitável do solstício de verão.

2. A televisão aberta, que normalmente já é um lixo atômico, fica entupida de reprises de filmes velhos; reportagens sentimentalóides; chamadas para a retrospectiva dos desastres, mortes, tragédias e desgraças do ano; e propagandas ainda mais histéricas e gritadas do que o usual.

3. Se você é um profissional autônomo que decide a própria agenda, sem o menor interesse em perder duas semanas de dezembro e duas de janeiro, não consegue conduzir seu negócio em paz. Todo mundo está frenético com o recesso de fim de ano e...
a) Na pressa de fugir da cidade na sexta-feira que precede o Natal, o cliente não lhe dá a atenção e a informação necessárias para você tocar a sua parte do projeto por conta própria;
b) Ele adia tudo para uma data indefinida em janeiro;
c) Ele cobra resultados desesperadamente, marcando um prazo impossível para a sexta-feira da última semana antes do Natal. Depois que você se mata, trabalha no domingo e vara duas noites para entregar tudo no prazo, o cliente desaparece. É que ele resolveu adicionar-se um dia de folga e partiu de viagem na quinta-feira. Sem avisar você.

4. Caso você seja um profissional fixo, empregado e assalariado, sofre pressões brutais para concluir o seu projeto até a quinta-feira; afinal, a metade após o almoço da última sexta-feira é gasta na festinha interna da empresa, portanto não dá para agendar trabalho produtivo para esse dia. Só que, evidentemente, o seu projeto sofre imprevistos e você precisa tirar o atraso de alguma maneira. Você não consegue se comunicar com as pessoas de fora que adiantaram as suas viagens de férias, e labuta desesperadamente no seu posto durante a festa, a noite já caindo, enquanto os departamentos de contabilidade, RH e administração bebem cerveja, comem coxinhas, espalham fragmentos de bolo e fazem barulho pelos corredores da empresa. Finalmente, quando já não resta quase mais ninguém no local, você derrama acidentalmente no seu teclado a Coca-Cola quente que você mesmo tinha trazido para a sua mesa. Finalmente desiste do prazo e larga o projeto inacabado - uma bomba-relógio para ser desarmada no primeiro dia útil do ano que vem.

5. A festa corporativa é precedida da maior tortura das relações pessoais em local de trabalho depois da intriga sexual de escritório: o amigo secreto. Só não é tortura quando você tira um desafeto e consegue vingar-se dele presenteando-o com o DVD pirata do Art Popular que ganhou de outro desafeto no amigo secreto do ano passado.

6. No primeiro fim de semana do recesso, você não consegue nem mesmo sair da cama, de tanto que se exauriu.

7. O trânsito engarrafa mais do que o usual em plena manhã de segunda-feira, graças aos cidadãos que só agora conseguiram arrumar tempo para sair em busca de presentes para a família.

8. Você também só arrumou agora o tempo para sair em busca de presentes para a família. Passa muito mais tempo preso no trânsito, vociferando entre os dentes maldições contra a instituição comercial da troca de presentes, do que riscando os nomes na lista de parentes.

9. Está comprometido a participar de três festas de família, onde só se serve comida extragordurenta que seria um cardápio adequadamente calórico para encarar a terra de gelo eterno do Papai Noel na Lapônia, não para um país tropical com temperaturas acima de 30 graus em dezembro.

10. A paisagem da sua cidade, normalmente já difícil de engolir, é poluída por imensos dioramas de Papai Noel, usualmente patrocinados por bancos e empresas inescrupulosas em geral, que reproduzem a vida do Papai Noel e seus ajudantes numa vila imaginária no Ártico, com direito a neve artificial e outras macaquices de importação gratuita de cultura estrangeira. Tudo apropriadamente cercado de multidões mesmerizadas por aquela montanha de plástico colorido.

11. Não comprou uma árvore de Natal para este ano, porque não teve dinheiro. Se a comprou, não a enfeitou, porque não teve tempo.

12. Todo agente de serviço público que o ignorou e maltratou ao longo do ano pede caixinha com um sorriso imaculado. Toda empresa privada que o explorou e manipulou ao longo do ano faz anúncios com mensagens bonitinhas de fraternidade. As pessoas mais falsas e politiqueiras da sua empresa são as que com mais afinco se encarregam de enviar spams cafoníssimos de cartões virtuais para todo mundo. Do governo só não se ouve nada porque as férias deles começaram em novembro.

2008-12-17

Bruxa solta

A primeira coisa que li ao acessar meu email hoje foi a incrível notícia de que a apresentação da Apple na feira Macworld em janeiro de 2009 será sua última participação no evento. Embora a empresa já quisesse notoriamente se livrar de compromissos com os eventos dos outros (no caso a IDG), ainda acho difícil desacostumar-me da Macworld, após tantos lançamentos históricos que Steve Jobs fez justamente nessa feira.

Mas tem mais: Steve Jobs nem sequer fará a apresentação de 2009.

Philip Schiller, Apple’s senior vice president of Worldwide Product Marketing, will deliver the opening keynote for this year’s Macworld Conference & Expo, and it will be Apple’s last keynote at the show. The keynote address will be held at Moscone West on Tuesday, January 6, 2009 at 9:00 a.m. Macworld will be held at San Francisco’s Moscone Center January 5-9, 2009.

Notícias tristes, em se tratando do vigésimo-quinto aniversário do Macintosh. Mostra que a Apple se afasta do centro do seu negócio, o Mac, conforme se expande para outros mercados. E alguma hora Steve tem mesmo que passar a bola para os seus executivos, entre os quais já deve estar aquele que o sucederá no comando geral. Mesmo assim, acho estranho o timing dessas mudanças, tão pouco antes do aniversário e não depois. O Mac foi lançado em 24 de janeiro de 1984.

A dupla má surpresa causou, como era de se esperar, uma brutal queda (quase 7%) no valor das ações da Apple.

Mais um email de notícias, mais uma surpresa: foi descoberta uma maciça escalada dos ataques de Trojans que tiram proveito de uma determinada brecha de segurança, presente em todas as versões do Internet Explorer, que foi revelada ao público no dia 9. O problema é extremamente sério. Mesmo com toda a maledicência e pressão contrária, o IE é o navegador de quase 80% da população. Embora eu não seja um usuário habitual do IE, preciso dele para testar coisas para artigos que escrevo para revistas.

A Microsoft agendou uma atualização crítica de emergência para hoje. Para esperá-la, abri a página com a lista de downloads de segurança a partir do Mac, pois também é comum eu usar o Mac no lugar do PC para baixar programas para o Windows. Surpreendentemente, o browser acusou problema com o certificado digital do site:



Era um problema do browser que usei (Camino, uma variante do Mozilla para OS X). Mas tendo em vista a circunstância, não deixou de ser agourento. Como insisti em continuar usando esse mesmo browser no Mac em vez do IE no meu PC, a Microsoft finalmente perdeu a paciência comigo e respondeu com esta página:


De repente, aconteceu um apagão absurdo em casa. (Não tenho no-break.) Religuei pacientemente o Mac e o PC.

O antivírus Avast aproveitou para fazer o seu costumeiro download automático. O curioso foi ver o tamanho do pacote baixado:



Hoje é dia de bruxa solta no mundo digital... um dia emocionante para os supersticiosos e paranoicos.

Update - Quando eu achava que faltava pouco para recuperar o atraso nas matérias e dormir o sono dos justos, houve um novo apagão no meu prédio. Eram mais de 2:30h da manhã. Desta segunda vez eu queria descobrir, condenar e assassinar qualquer culpável, porque esse tipo de coisa não tem perdão... Mas não havia o que fazer, além de resignar-me a religar o Mac mini e o PC e continuar a labuta. O PC, acostumado a um passado recente de apagar sozinho devido a um problema de refrigeração, voltou como se fosse de um mero cochilo. Mas o Mac ficou preso num loop infinito da tela (ironicamente) azul que precede a entrada da janela de login. O roteiro para consertá-lo foi o seguinte:

  • Segurar o botão de força por 5 segundos para desligar o Mac à força.
  • Arrancar todos os cabos, menos os do monitor, mouse e teclado (normalmente há três HDs externos conectados).
  • Restartar em singleuser mode: ligar e segurar as teclas [Command] e [S] até aparecerem as linhas de texto branco sobre fundo preto (o boot do Unix em singleuser).
  • Digitar, conforme sugerido na própria linha de comando: fsck -fy
  • Esperar cerca de 6 minutos para o sistema consertar os paus de sistema de arquivo que encontrar no HD.
  • Digitar: mount -uw /
  • Digitar: exit

    No meu caso, o computador ainda não conseguiu ressuscitar. Segurar o botão de ligar por 5 segundos, religar, voltar ao singleuser mode...
  • Digitar: mv /Library/Caches Caches_old
  • Digitar: reboot
  • Problema resolvido.
    Diagnóstico: um dos caches foi corrompido porque estava sendo escrito no instante da queda de energia. Poderei depois logar como root (ou dar outro login em singleuser) e apagar a pasta Caches_old, pois uma nova pasta Caches foi gerada automaticamente.

    Roteiros de soluções detalhadas para esse raro problema foram reunidos numa desatualizada, porém ainda útil, página de serviço no site da Apple.

    Aos fanboys chatos do Windows que acharam isso tudo muito complicado, lembro que foi uma solução de 10 minutos que não envolveu qualquer perda de dados, nem reinstalação de coisa alguma. Chupa, filho.

    Artigo selecionado pelo
  • Por onde andam?

    Está preservado para a história o release do lançamento do BOL, também chamado Brasil OnLine, provedor e portal do Grupo Abril que existiu entre abril e outubro de 1996, tendo sido absorvido pelo UOL (o atual site chamado BOL não tem nenhuma relação com o antigo, exceto pelo nome e por também ser relacionado ao UOL).

    Eis os membros da equipe original do BOL, listados pela ordem alfabética. Os nomes foram levantados na lista de remetentes de emails que preservei no meu arquivo pessoal. Alguns deles ainda hoje são papos frequentes, outros viraram grandes amigos, outros desapareceram sem deixar vestígios, mas o seu paradeiro pôde ser rapidamente esclarecido com algumas visitas ao LinkedIn, Facebook e Google (sim, não precisei acessar o orkut!).

    Senta que lá vem história.

    Alon Feuerwerker - Trabalhou no UOL após a fusão BOL+UOL. Antes disso, era um editor da Folha de S. Paulo. Ex-professor de jornalismo, ex- assessor de imprensa de vários políticos da esquerda e do governo Lula. Hoje está na editoria de política do Correio Braziliense.

    Anchises de Paula - Hoje é presidente da ISSA Brasil, entidade especializada em Segurança da Informação.

    Antonio Machado de Barros - Ex-diretor das revistas VIP e Info Exame. O BOL surgiu de uma iniciativa dentro do seu grupo na Abril. Em 2001, formou junto com Nirlando Beirão o Cidade Biz, um portal de notícias de negócios.

    Caio Barra Costa - Produtor de projetos digitais na Cabaret Voltaire, depois do BOL foi para o Terra, onde é gerente de produtos. O ótimo blog dele, parado desde 2006, é um dos mais antigos que conheço (iniciado em outubro de 2000, um mês antes do meu).

    Caíque Severo - Depois do BOL, trabalhou na Nutec, depois Terra, passou pela DM9DDB e hoje é diretor de conteúdo do iG.

    Claudio Melquisedeque - Sei que trabalhou no BOL, na AOL e nada mais. Mistério.

    Enor Paiano - Atual diretor de publicidade do UOL, tem no currículo o Grupo Folha, Estado de São Paulo, Editora Azul e TVA. O link na Click é uma brincadeira, mas também tem para seu crédito, como dizem os gringos, um livro que ele lançou quando o portal de Web do BOL tinha apenas um mês de vida.

    Fabiana Zanni - O blog está meio parado, mas vale o link pelos relatos de viagem. Desde o BOL até hoje, tem ligação contínua com a Abril, onde é diretora de mídia digital.

    Fabio Lahr - Anglo-brasileiro com passagens na Abril e Microsoft. Atualmente vive em Cambridge, UK, onde trabalha no departamento de TI da famosa universidade epônima.

    Fabio Tagnin - Antes do BOL, trabalhou na encarnação anterior da PC Magazine Brasil. Participou do UOL, deu aula na PUC e foi para a Intel, onde é gerente do programa educacional da empresa no Brasil.

    Fernando Carril - Desde aquela época, trabalha no UOL, onde conduz a divisão de produtos para celulares.

    Heinar Maracy - Depois de encerrar a editora Bookmakers, abandonou o jornalismo e tornou-se padeiro. Mentira. Foi para a Digerati, onde criou a Mac+ e hoje comanda a edição brasileira da revista oficial do Windows Vista, duas publicações onde colaboro.

    Luciano Ramalho - Auto-definido ora como "stand-up programmer", "programador repentista" e "board game designer". Ligado à Bookmakers desde o início, foi também editor da Magnet, além de fundador do portal do BOL. É o principal divulgador no Brasil da linguagem de programação Python e o sistema de publicação Plone. Disputou o Prêmio Info 2008 na categoria Personalidade do Ano e ganhou o vice-campeonato. O lance de "design de jogos de tabuleiro" é verdadeiro.

    Marcelo Bauer - Ex-Folha, Estadão, O Globo e IstoÉ. Foi editor do BOL e UOL. Depois, foi editor e colunista da Info Exame. Co-fundador da Cross Content, uma agência de consultoria de conteúdo.

    Mario Amaya - Este que vos fala. Antes do BOL, trabalhei na redação da Folha de S. Paulo, e depois nas revistas/sites Macmania, Magnet e CyberComix, da extinta editora Bookmakers, junto com Heinar Maracy e Tony de Marco. Atualmente colaboro com Heinar, Sérgio Miranda e Luciano Hagge nas revistas de tecnologia da editora Digerati, e com Tony e Claudio Rocha na Tupigrafia.

    Marleth Silva - Foi repórter da Veja e da Amcham. Hoje é editora executiva da Gazeta do Povo. Escreveu também um livro.

    Mauro Coimbra - Consultor de TI. Tem ficha no LinkedIn, mas nada mais sei; perdi o contato.

    Paulo Cândido de Oliveira Filho - Depois da aventura no BOL, foi co-fundador da revista/site Magnet e da Teiaoito, uma empresa de informática educacional.

    Ricardo Bánffy - Entusiasta do Software Livre, é engenheiro, desenvolvedor, palestrante, consultor e colunista do Web Insider. Agora está no iG, coordenando uma equipe de gerentes de projeto. Nas palavras dele: "O Paulo Cândido, o Luciano e eu repartíamos o mesmo computador. Tínhamos que usar programas de e-mail diferentes."

    Sandro Enomoto - Com passagens pela Abril, Grupo Estado e Radium Systems, é um dos poucos da lista que mantêm um blog.

    Tony de Marco - É o único da lista cujo link principal é uma página de fotos no Flickr. Conhecido pelo seu trabalho anterior como ilustrador na Folha e editor da Macmania, foi quem me convidou a trabalhar no BOL e depois na Bookmakers. Define-se como "artista plástico, tipógrafo, fotógrafo, pornógrafo e VJ". Mas é acima de tudo um agitador cultural. O seu trabalho documentando a implementação da Lei Cidade Limpa em São Paulo rodou o mundo e virou exposição fotográfica em 2008.

    Wagner Barreira - Está firme na Abril, onde é fundador e editor-chefe da Revista da Semana.

    Dá para fazer uma divisão básica dessa turma entre caras técnicos (Luciano, Anchises, Bánffy, Sandro), jornalistas (Wagner, Bauer, Marleth, Machado), especialistas em negócios de Internet (Caíque, Caio, Enor) e porraloucas que não se encaixam nessas categorias (Tony, eu). O resumo é que esse grupo de nomes de fundadores do BOL você vê ainda hoje em posições proeminentes na Web e no jornalismo.

    2008-12-16

    Os primeiros emails

    Você ainda tem as suas primeiras mensagens trocadas pela Internet?

    As primeiras impressões de um novo mundo, a primeira dúvida técnica, o primeiro link curioso, o primeiro alerta de bug, a primeira fofoca, o primeiro texto sarcástico, o primeiro flame, o primeiro flerte, o primeiro spam engraçado... Crônicas descritivas de cada momento, com um senso de exploração e descoberta e até uma pontinha de intenção implícita de preservar o clima histórico do instante para o futuro... Tudo isso guarda-se com carinho.

    Estas mensagens foram especialmente selecionadas para comemorar meus 14 anos de conexão e 13 anos com conta de email pessoal, um luxo em 1996. As mensagens foram trocadas durante a criação do BOL (Brasil OnLine), primeiro portal de Web do Brasil, inaugurado apenas uma semana antes do UOL. O BOL concorria diretamente com o UOL, mas com apenas cinco meses no ar, os grupos Abril e Folha fizeram um acordo esquisito e o BOL foi assimilado pelo UOL, causando a diáspora da sua equipe. (Mostrarei mais dados sobre a história do BOL em posts subsequentes.)

    Além do email, eu usava muito BBS e chat também. Foram devidamente documentados em capturas de tela tiradas nos meus sucessivos computadores ao longo dos anos e também vão virar tema de posts futuros.

    A releitura desses emails ancestrais abre uma janela de insight para o mundo empolgante, saboroso, divertido, rico, desafiador e, acima de tudo, muito inocente dos primeiros dias da Web no Brasil.



    Return-Path: <>
    To: mav@oiapoque.bol.com.br
    From: Accounts@oiapoque.bol.com.br
    Reply-To: Accounts@oiapoque.bol.com.br
    Subject: Form: Greeting Mario A. V.
    Date: Tue, 25 Jun 1996 14:51:36 -0200
    Message-ID: <19960625175136.AAA14786@oiapoque.bol.com.br>
    MIME-Version: 1.0
    Content-Transfer-Encoding: 7bit
    Content-Type: text/plain
    Content-Length: 3280
    X-Mozilla-Status: 0005

    An electronic mail account has just been opened for you, and has been
    configured as indicated below. See the instructions below the account
    summary for information on how to make changes to your mail account as
    well as for explanations about each of the fields.

    Your-Name: [Mario A.V.]

    (Note: your name is sometimes referred to as your account name)

    Internet-Addresses: [mav@oiapoque.bol.com.br]
    [mav@bol.com.br]

    Finger-Information: []

    ==========================================================================
    Here's some information about changing your account:

    Only the system administrator can change your name or addresses. If you
    want to change your password or your finger information, you can do so
    with Netscape Navigator, or via E-mail. You simply fill out a form
    indicating the desired changes and submit the form to the mail system.
    To request the user Information form:

    via the Web: connect to http://oiapoque.bol.com.br:1212

    via E-mail: You can get the E-mail form to modify your
    account by sending a new message to the
    address, ,
    with the word "Information" as the message
    body like this:

    To: Accounts@oiapoque.bol.com.br

    Information

    After receiving the Information Form, make the appropriate changes to the
    form (use the "Reply" feature of your mail client if you are using the E-
    mail interface), put in your password, and submit the form. If you don't
    receive an error message, the changes have been accepted.

    ==========================================================================
    Here is an explanation of each of the fields shown for your account:

    Your-Name
    ---------
    This field is for your real name as you prefer to see it in written form.
    It is not your e-mail address, although it will be included along with
    your E-mail address on messages sent out from your account if the
    Postmaster has configured your account to rewrite the "From" addresses on
    your outgoing mail. If your name is mis-spelled, you probably want to let
    your Postmaster know.

    Internet-Addresses
    ------------------
    Your account will receive Internet mail that is sent to any of these
    addresses. All addresses are matched in a case insensitive manner so they
    may be written with any mixture of upper and lower case characters (e.g.
    Jane.Doe@Domain, and jane@host.domain). The first address is your primary
    address. It is used as the "From:" address for outgoing mail (if your
    account is configured to rewrite the "From" address on your outgoing
    mail), and is the address you should generally give out to people.

    Finger-Information
    ------------------
    The "finger" directory service lets you find information about other
    people with E-mail accounts. The information specified here will be
    returned to other users who request it using the finger service. This
    information can be anything you desire (e.g. your postal mailing address
    and favorite quote). When someone "fingers" your E-mail, the Finger-
    Information will be returned to them (as long the Mail Administrator has
    not limited access to your account).





    Return-Path:
    Received: from mailgate.abril.com.br ([200.255.176.5])
    by oiapoque.bol.com.br (Netscape Mail Server v2.0) with SMTP
    id AAA15125 for ; Tue, 25 Jun 1996 16:13:19 -0200
    Received: (from operator@localhost) by mailgate.abril.com.br (8.6.12/8.6.9) id QAA03851 for ; Tue, 25 Jun 1996 16:14:02 -0300
    Received: from unknown(200.255.177.64) by mailgate.abril.com.br via smap (V1.3)
    id sma003844; Tue Jun 25 16:13:53 1996
    Message-ID: <31D01019.42F5@bol.com.br>
    Date: Tue, 25 Jun 1996 16:13:13 +0000
    From: Tony de Marco
    Reply-To: tony@bol.com.br
    Organization: Abril S.A.
    X-Mailer: Mozilla 2.0 (Macintosh; I; PPC)
    MIME-Version: 1.0
    To: mav@bol.com.br
    Subject: Ulha!
    Content-Transfer-Encoding: 7bit
    Content-Type: text/plain; charset=us-ascii
    Content-Length: 56
    X-Mozilla-Status: 0005

    mav com e-mail...humm.

    Benvindo ao seculo 20.

    Tony :-)





    Return-Path:
    Received: from mailgate.abril.com.br by abril.com.br (SMI-8.6/SMI-SVR4)
    id OAA03757; Tue, 25 Jun 1996 14:11:13 -0300
    Received: (from operator@localhost) by mailgate.abril.com.br (8.6.12/8.6.9) id OAA00812; Tue, 25 Jun 1996 14:12:12 -0300
    Received: from unknown(200.255.177.64) by mailgate.abril.com.br via smap (V1.3)
    id sma000810; Tue Jun 25 14:12:04 1996
    Message-ID: <31CFF398.4CF4@bol.com.br>
    Date: Tue, 25 Jun 1996 14:11:36 +0000
    From: Tony de Marco
    Reply-To: tony@bol.com.br
    Organization: Abril S.A.
    X-Mailer: Mozilla 2.0 (Macintosh; I; PPC)
    MIME-Version: 1.0
    To: Sandro Enomoto
    CC: bol-all@abril.com.br, bol-ger@abril.com.br
    Subject: Re: Link de 2Mbps
    References: <199606250529.CAA32205@mailgate.abril.com.br>
    Content-Transfer-Encoding: 7bit
    Content-Type: text/plain; charset=us-ascii
    Content-Length: 712
    X-Mozilla-Status: 0011

    >Estamos deste 12h30 do dia 24 com o link de 2Mbps, os dois links de
    >64Kbps estao desativados ate' que consigamos nos entender com a Embratel para um sistema de roteamento que permita utilizar todos esse canais simultaneamente.
    >Se notarem problemas nesse sentido, por favor liguem para o bol-tec
    >(1013/1062/1077) informando o horario que ocorreu e o site que estava sendo acessado. Pedimos ainda um feedback da velocidade de acesso a outros sites.

    >[Sandro]

    Hoje frequentei o BOL das 2 ate' as 5:30 da matina e fiquei espantado e
    feliz com a velocidade. Media de 800 chegando frequentemente a 1K. Telas
    carregando a jato, deu gosto de ver. Parabens aos responsaveis. Fe' em
    deus e pe' na tabua.

    Tony





    Return-Path:
    Received: from eliot (eliot.uol.com.br [200.246.5.2])
    by oiapoque.bol.com.br (Netscape Mail Server v2.0) with SMTP
    id AAA8903 for ; Thu, 27 Jun 1996 21:25:22 -0200
    Received: from LOCALNAME by eliot (SMI-8.6/SMI-SVR4)
    id VAA05824; Thu, 27 Jun 1996 21:26:39 -0300
    Message-ID: <31D35DB5.18ED@folha.com.br>
    Date: Thu, 27 Jun 1996 21:21:09 -0700
    From: folha
    Organization: Empresa Folha da Manhã S.A.
    X-Mailer: Mozilla 2.01KIT (Win16; I)
    MIME-Version: 1.0
    To: mav@bol.com.br
    Subject: Diretamente da Vênus Pastilhada
    Content-Transfer-Encoding: 8bit
    Content-Type: text/plain; charset=iso-8859-1
    Content-Length: 417
    X-Mozilla-Status: 0001

    Aqui é a Redação da Folha de S.Paulo.
    São nove e cacetada da noite e o tumulto grassa.
    Este computador é um Compaq 486.
    O software é o Netscape 2.01 rodando sobre Windows 3.11.
    O modem é um US Robotics de 28.800 bps.
    Isto não pára de dar pau de GPF.
    Meu computador se chama Tsunami 69 e é um Power Mac 9500/132.
    Conexão do BOL roda a 2 Mbps.

    Legenda da hipotética foto:
    Operador de computador digita texto na Redação





    Return-Path:
    Received: from emout17.mail.aol.com (emout17.mx.aol.com [198.81.11.43])
    by oiapoque.bol.com.br (Netscape Mail Server v2.0) with SMTP
    id AAA7003 for ; Sat, 27 Jul 1996 12:50:33 -0200
    Received: by emout17.mail.aol.com (8.6.12/8.6.12) id LAA23313 for mav@bol.com.br; Sat, 27 Jul 1996 11:51:21 -0400
    Date: Sat, 27 Jul 1996 11:51:21 -0400
    From: MacToday@aol.com
    Message-ID: <960727115120_246932412@emout17.mail.aol.com>
    To: mav@bol.com.br
    Subject: Re: me again
    Content-Type: text
    Content-Length: 193
    X-Mozilla-Status: 0015

    mav:

    Thanks for the letter and glad to hear you're using Macs down there. Keep up
    the good work on Macmania and spreading the Macintosh word. :)

    Best regards,

    Scott Kelby
    Mac Today Magazine





    Return-Path:
    Received: from rush.u-netsys.com.br ([200.246.214.10])
    by oiapoque.bol.com.br (Netscape Mail Server v2.0) with ESMTP
    id AAA26728; Sun, 28 Jul 1996 13:19:21 -0200
    Received: from [200.246.214.247] by rush.u-netsys.com.br
    (post.office MTA v1.9.1 ID# 0-11148) with SMTP id AAA177;
    Sun, 28 Jul 1996 13:16:16 -0300
    Subject: Nasceu!!!
    From: Heinar
    To: "Carlos Eduardo Witte" ,
    "Carlos Freitas" ,
    "Fadiga" ,
    "Jean Bocheta" ,
    "Luciano" ,
    "Mario A.V." ,
    "Muti" ,
    "Oswaldo V.C. Bueno" ,
    "Valter Harasaki" ,
    "Tony de Marco" ,
    "Fernando Perfeito" ,
    "Oswaldo V.C. Bueno" ,
    "Joao Velho"
    Mime-Version: 1.0
    Content-transfer-encoding: quoted-printable
    Content-Type: text/plain; charset="iso-8859-1"
    Content-Length: 196
    X-Mozilla-Status: 0001
    Date: July 29, 1996 5:06:27 PM GMT-03:00

    Lys,
    filha da Katia e do nosso caro conselheiro Caio Barra Costa. =
    Sexta-feira (26/07), 9h da manhã, pesando 3,27kg e com 50cm. Mãe =
    e filha passam bem. Pai está mais xarope do que nunca.





    Return-Path:
    Received: from oiapoque.bol.com.br ([127.0.0.1]) by oiapoque.bol.com.br
    (Netscape Mail Server v2.0) with SMTP id AAA13345;
    Fri, 2 Aug 1996 22:12:49 -0200
    To: bolnews
    Subject: BRASIL ONLINE - Boletim 14 - 02/8/96
    From: "Newsletter eletronica do Brasil OnLine"
    Content-Type: text
    X-Mozilla-Status: 0001
    Content-Length: 5371
    Date: August 5, 1996 10:07:26 AM GMT-03:00


    BRASIL ONLINE
    Boletim Semanal no.14, 02/8/96
    Veja algumas das novidades que voce vai encontra em nosso site:

    ______________________________________________________________________________

    1. Linha Direta inaugura especial sobre eleicoes.
    2. Nova edicao eletronica de VIP.
    3. SUPERINTERESSANTE viaja ao centro da Terra.
    4. Nova edicao de INFORMATICA EXAME.
    5. Nova edicao de Macmania.
    6. Conheca os melhores sites de jazz.
    7. Faca o seu mapa astral pela Internet.
    8. Vinhos: Madeira e o principe de Montalcino.
    9. Turismo traz ofertas para a baixa temporada.
    10. Conheca as melhores dicas para mochileiros.
    11. Novas salas de Chat! no Brasil OnLine.
    12. Placar traz todos os campeoes do futebol.
    13. Nova home page das noticias de Esportes no Linha Direta.


    1. Linha Direta inaugura especial sobre eleicoes

    Linha Direta, o noticiario mais quente e bem organizado da Internet em
    portugues, inaugura uma area especial sobre as eleicoes municipais deste ano
    no Brasil. Alem das noticias, voce vai ter links para as paginas dos
    politicos, vai poder fazer download de mensagens dos candidatos e dar ideias
    para resolver os problemas da sua cidade. Isto e muito mais em

    => http://www.bol.com.br/noticias/linha/elindex.html


    2. Nova edicao eletronica de VIP

    A edicao de agosto de VIP ja esta no Brasil OnLine. Veja a coluna de Lillian
    Witte
    Fibe, dicas de viagem em Diario de Bordo e uma reportagem especial sobre
    os classicos inesperados da Moda.

    => http://www.bol.com.br/noticias/revistas/vip


    3. SUPERINTERESSANTE viaja ao centro da Terra

    Descobrir o que existe dentro do planeta Terra e bem mais dificil que
    explorar o espaco sideral. A temperatura e a pressao sao insuportaveis. So o
    supercomputador consegue fazer essa viagem. Assim, a ciencia viaja ao
    interior da Terra e traz noticias incriveis de la.

    => http://www.bol.com.br/noticias/revistas/super


    4. Nova edicao de INFORMATICA EXAME

    Acompanhe no BOL a edicao de agosto de Informatica Exame, que chega essa
    semana as bancas. Conheca os sete programas e os cinco equipamentos
    premiados como Os Vencedores e veja uma analise de microcomputadores com
    configuracco profissional, completos, por precos que giram em torno de 2 000
    reais.

    => http://www.bol.com.br/computacao/revistas/ie


    5. Nova edicao de Macmania

    Na nova edicao de Macmania voce fica sabendo sobre o lancamento da nova linha de
    maquinas da Apple. Confira tambem o novo Newton 130 e saiba como ajustar o Disk
    Cache para melhorar o desempenho do seu Mac.

    => http://www.bol.com.br/computacao/revistas/macmania


    6. Conheca os melhores sites de jazz

    A revista especializada Jazziz avaliou 600 sites de jazz e escolheu os 13
    melhores. Brasil OnLine checou e resenhou os escolhidos. Confira voce mesmo em

    => http://www.bol.com.br/internet/superweb/lazer/musica/jazz.html


    7. Faca o seu mapa astral pela Internet

    Na Internet ja e possmvel fazer seu mapa astral, aprender mais sobre
    florais, jogar as cartas do taro e trocar experiencias misticas. Se voce
    gosta de misturar cibernetica e espiritualidade, confira os
    melhores sites do Brasil e um banco de sites magicos de todo o mundo.

    => http://www.bol.com.br/internet/superweb/lazer/astral/astral.html


    8. Vinhos: Madeira e o principe de Montalcino

    Dois classicos, que nao podem faltar na mesa dos apreciadores: o madeira, em
    suas diversas variacoes, e o Brunelo, conhecido como "o principe" na regiao
    de Montalcino, na Italia.

    => http://www.bol.com.br/lazer/culinaria/vinho3.html


    9. Turismo traz ofertas para a baixa temporada

    O final da alta temporada esta trazendo uma serie de novas e boas ofertas ao
    mercado. Confira os melhores pacotes de agencias e operadoras na secao
    Ofertas, em Turismo do Brasil OnLine.

    => http://www.bol.com.br/turismo/ofertas


    10. Conheca as melhores dicas para mochileiros

    A partir deste sabado (3.8), a secao Sob Medida, em Turismo no Brasil
    OnLine, traz dicas para os viajantes mais despojados da Web. Quem vai
    'mochilar' pela Europa,
    Estados Unidos e outros destinos encontra links para albergues da
    juventude, agencias especializadas em passagens de trem e os sites mais
    interessantes sobre o assunto.

    => http://www.bol.com.br/turismo/foco/mochila.html


    11. Novas salas de Chat! no Brasil OnLine.

    Brasil OnLine inaugura novas salas de Chat! Alem do Bar, bata papo em
    Eleicoes, Futebol e Esoterismo. Conheca seu par em Namoro Eletronico. Veja
    ainda a sala especial para Criancas.

    => http://www5.bol.com.br/chat


    12. Placar traz todos os campeoes do futebol

    Conheca a relacao completa dos ganhadores dos torneios estaduais, brasileiros e
    sul-americanos. Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Libertadores, Copa
    America, entre outros. Confira em

    => http://www.bol.com.br/esportes/placar/campeoes


    13. Nova home page das noticias de Esportes no Linha Direta

    Apos as olimpiadas as noticias de Esportes ganham nova home page, no modelo
    da cobertura de Atlanta. Voce vai saber rapidamente quais sao os principais
    fatos esportivos do dia e ver as imagens mais interessante em

    => http://www.bol.com.br/noticias/linha/espindex.html


    ----------------------------------------------------------------------------
    BOL - Seu pais. Seu mundo
    http://www.bol.com.br
    e-mail: editor@bol.com.br
    ----------------------------------------------------------------------------





    Return-Path:
    Received: from mailgate.abril.com.br by abril.com.br (SMI-8.6/SMI-SVR4)
    id RAA17167; Fri, 9 Aug 1996 17:55:51 -0300
    Received: (from operator@localhost) by mailgate.abril.com.br (8.6.12/8.6.9) id RAA31005; Fri, 9 Aug 1996 17:55:46 -0300
    Received: from bol211.abril.com.br(200.255.177.211) by mailgate.abril.com.br via smap (V1.3)
    id sma030986; Fri Aug 9 17:55:17 1996
    Message-Id: <199608092055.RAA31005@mailgate.abril.com.br>
    From: "Ricardo Banffy"
    To: "BOL Arte" ,
    "BOL Corpo editorial" ,
    "BOL Corpo técnico"
    Subject: Novo Navigator 3
    Date: Fri, 9 Aug 1996 17:53:44 -0300
    X-MSMail-Priority: Normal
    X-Priority: 3
    X-Mailer: Microsoft Internet Mail 4.70.1085
    MIME-Version: 1.0
    Content-Transfer-Encoding: 8bit
    Content-Type: text/plain; charset=US-ASCII
    X-Mozilla-Status: 0001
    Content-Length: 289

    Está disponível a nova versão do Navigator para Windows, Beta 7

    \\NEGRO\Aplicativos\win32\Netscape\3.0\n3230b7p.exe
    --
    For a successful technology, reality must take precedence
    over public relations, for nature cannot be fooled.
    Richard Feynman





    From: alon@bol.com.br
    Subject: bug em Netscape
    Date: August 15, 1996 4:38:18 PM GMT-03:00
    To: bol-all@abril.com.br
    Return-Path:
    Received: from mailgate.abril.com.br by abril.com.br (SMI-8.6/SMI-SVR4) id QAA21081; Thu, 15 Aug 1996 16:37:49 -0300
    Received: (from operator@localhost) by mailgate.abril.com.br (8.6.12/8.6.9) id QAA02057 for ; Thu, 15 Aug 1996 16:38:18 -0300
    Received: from alon.abril.com.br(200.255.177.207) by mailgate.abril.com.br via smap (V1.3) id sma002020; Thu Aug 15 16:38:02 1996
    Message-Id: <199608151938.QAA02057@mailgate.abril.com.br>
    X-Sender: alon@tiete.abril.com.br
    X-Mailer: Windows Eudora Pro Version 2.1.2
    Mime-Version: 1.0
    Content-Transfer-Encoding: quoted-printable
    Content-Type: text/plain; charset="iso-8859-1"
    X-Mozilla-Status: 0001
    Content-Length: 208

    Srs.:

    Segundo informa o Machado, há um bug sério na versão beta7 do Netscape
    Navigator. Pede-se não instalar, ou então desinstalar, nos casos em que este
    aviso tiver chegado tarde demais.


    Alon





    X-Mozilla-Status: 0001
    Message-ID: <3235C775.2E9A@bol.com.br>
    Date: Tue, 10 Sep 1996 16:54:29 -0300
    From: Mario AV
    Reply-To: mav@bol.com.br
    Organization: Abril
    X-Mailer: Mozilla 2.0 (Macintosh; I; PPC)
    MIME-Version: 1.0
    To: tony@macmania.com.br
    Subject: olha=?iso-8859-1?Q?=ED as piadas gringas?=
    Content-Type: text/plain; charset=iso-8859-1
    Content-Transfer-Encoding: 8bit

    Olhaí as piadas gringas, mutiladas pelo meu sofisticado WebBot de
    conversão universal de textos.

    ---

    *Você é um vírus de computador quando:*

    - Sandra Bullock fica fascinada por você, mas você sabe que isso
    não tem nada a ver com o seu visual ou a sua personalidade.

    - Você se encolhe de medo quando ouve o nome McAfee.

    - O seu teste de DNA consiste numa sequência de zeros e uns.

    - Você entra numa sala e alguém grita: "Socorro, um vírus de
    computador!"

    - Você só trabalha um dia por ano, e justo no aniversário de
    Michelangelo.

    - Toda vez que alguém repete o slogan da Microsoft ("Aonde você
    quer ir hoje?"), você responde: "Direto para a área de boot!"

    ---

    *Nova norma para alteração de senhas de segurança*

    Estude com atenção as novas normas para melhoria do sistema de
    senhas. A sua senha, daqui para frente, deverá atender a pelo menos
    17 dos seguintes requisitos:

    1. Tamanho mínimo de 8 caracteres.

    2. Não pode existir em qualquer dicionário.

    3. Não deve possuir qualquer conexão com o usuário.

    4. Não pode conter nenhum caractere da tabela ASCII.

    5. Não pode incluir caracteres digitáveis num teclado Sun tipo 5.

    6. Nenhuma sequência de caracteres deve coincidir com o Usenet
    News, /dev/mem/, rand(3), ou a versão eletrônica da Bíblia.

    7. Deve possuir a propriedade de mudar automaticamente caso seja
    rastreada.

    8. Sua representação binária não deve conter nenhuma das seguintes
    combinações: 00, 01, 10 e 11.

    9. Deve ser diferente de todas as senhas já cadastradas na
    Internet.

    10. Não pode ser passível de representação em qualquer linguagem
    humana escrita.

    11. Senhas coloridas devem usar uma palete mínima de 32 cores.

    12. A senha deve ser alterada antes de cada utilização.

    13. Deve possuir resistência à revelação por pessoa submetida a
    ameaça física.

    14. Deve conter amostras de tecidos vitais de pelo menos três
    órgãos.

    15. Deve ser inodora, silenciosa, invisível, insípida, sem massa,
    sem forma e inerte.

    16. Deve habilitar a decriptação por agentes federais, de modo a
    permitir a detectação de traficantes de pornografia infantil.

    Devido à severidade das restrições, na eventualidade de a senha
    ser digitada erradamente por três vezes consecutivas, você será
    solicitado a entrar com uma senha nova.

    ---

    *10 sintomas de que você está viciado na Net*
    (tenlist@cnet.com)

    10. Você acorda às três da manhã para ir ao banheiro e, no caminho
    de volta para a cama, dá uma checada no e-mail.

    9. Você aplica uma tatuagem que diz: "Este corpo será velhor
    visualizado com Netscape 2.1 ou superior".

    8. Seus filhos se chamam Eudora, Mozilla e Pontocom.

    7. Você desconecta o modem e tem uma terrível sensação de vazio,
    como se tivesse desligado os aparelhos vitais de um ente querido.

    6. Você viaja de avião com o laptop no colo e o seu filho no
    compartimento de bagagem.

    5. Você permanece cursando a faculdade para continuar com acesso
    gratuito à Internet.

    4. Você ri de uma pessoa quando sabe que ela tem um modem de
    2400 bps.

    3. Você começa a desenhar carinhas felizes nas cartas manuscritas.

    2. A última mulher que você trouxe para casa foi em JPEG.

    1. O seu link cai. Duas horas sem conexão, você começa a tremer
    e babar. Você pega o telefone e disca manualmente o número do
    provedor. Você começa a grunhir para se comunicar com o modem
    do outro lado. Você consegue conectar.

    ---

    *Então você acha que entende de computadores?*
    Dê uma olhada nestes trechos de um artigo do Wall Street Journal,
    de autoria de Jim Carlton. É tudo verdade!

    - A Compaq está considerando mudar a instrução "Pressione qualquer
    tecla" (Press Any Key) para "Pressione Return", em vista do grande
    número de pessoas que telefona perguntando onde fica a tecla
    "Qualquer" (Any).

    - Um técnico da Compaq recebeu pelo telefone uma reclamação de que
    o computador novo do cliente não era capaz de ler arquivos de texto
    em disquetes velhos de 5 1/4". Depois de várias tentativas
    fracassadas de diagnosticar o problema, o técnico descobriu que o
    cliente tinha preenchido as etiquetas dos disquetes a máquina
    -depois de aplicadas nos disquetes.

    - Um cliente da AST recebeu a orientação de mandar para o suporte
    técnico cópias dos disquetes com defeito. Ele mandou cópias Xerox.

    - Um técnico da Dell instruiu o cliente a recolocar o disquete
    [de 5 1/4"] no drive e virar a maçaneta [do drive]. Ele disse para
    esperar um pouco enquanto atravessava a sala para fechar a porta.

    - Outro cliente da Dell não conseguia mandar fax pelo PC. Depois
    de 40 minutos quebrando a cabeça, o técnico percebeu que o usuário
    estava tentando enviar o fax segurando o papel na frente do monitor
    e clicando no botão "Send".

    - Ainda outro cliente da Dell reclamou que o teclado não funcionava
    mais. Descobriu-se que ele limpara o teclado mergulhando-o numa
    banheira com água e sabão e deixando de molho.

    - Mais outro cliente da Dell ligou enfurecido, dizendo que um
    simples computador não podia se dar ao atrevimento de chamar uma
    pessoa de "bad" e "invalid" (termos na verdade referentes a um
    disquete defeituoso).

    - Uma usuária desesperada não conseguia fazer o seu Dell novo
    funcionar. Assegurado de que o computador estava ligado na tomada,
    o técnico perguntou o que acontecia quando ela ligava o micro. A
    resposta: "Eu piso e piso e piso no pedal, e nada acontece!" O
    "pedal" era o mouse.

    - Uma cliente da Compaq ligou para a assistência técnica
    impaciente, dizendo que tinha desembalado o computador novo,
    plugado na tomada e estava esperando havia vinte minutos sem que nada
    acontecesse. Quando perguntaram o que acontecia quando ela apertava
    o botão de força, ela disse: "Que botão de força?"

    ---





    X-POP3-Rcpt: mav@borges
    Received: from mail.davinci.com.br ([206.138.205.147]) by borges.uol.com.br (8.7.5/8.7.3) with ESMTP id PAA16644 for ; Mon, 23 Dec 1996 15:59:49 -0200 (EDT)
    Received: from mailgate.abril.com.br (200.255.176.5) by mail.davinci.com.br
    with SMTP (Apple Internet Mail Server 1.1.1); Mon, 23 Dec 1996 16:00:21 -0300
    Received: (from operator@localhost) by mailgate.abril.com.br (8.6.12/8.6.9) id AAA17163; Mon, 23 Dec 1996 00:14:31 -0200
    Received: from dl0178-sao.sao.nutecnet.com.br(200.246.248.178) by mailgate.abril.com.br via smap (V1.3)
    id sma017161; Mon Dec 23 00:14:03 1996
    Message-Id: <199612230214.AAA17163@mailgate.abril.com.br>
    Comments: Authenticated sender is
    From: "Luciano Ramalho"
    To: Heinar , muti@embratel.net.br
    Date: Mon, 23 Dec 1996 00:48:47 +0000
    MIME-Version: 1.0
    Content-transfer-encoding: 7BIT
    Subject: Re: Fwd: Apple again!
    CC: MacMania@mail.davinci.com.br
    Priority: normal
    X-mailer: Pegasus Mail for Win32 (v2.42a)
    Content-Type: text/plain; charset=US-ASCII
    Content-Length: 838
    X-Mozilla-Status: 0011

    Esta e' a melhor noticia sobre a Apple que eu ja' ouvi desde o
    lancamento do Macintosh. As tecnologias da NeXT e a pessoa do Steve
    Jobs podem dar 'a Apple tudo que ela precisa: um sistema operacional
    moderno, um framework de objetos que podem torna-la lider na
    plataforma Java, credibilidade entre os grandes usuarios de
    informatica (gracas ao track-record da NeXT com OO), e um executivo
    que sabe o que quer!

    Alem de ser um visionario que vem apostando todas as fichas da sua
    segunda empresa na tecnologia dos objetos ha' quase dez anos,
    Steve Jobs e' um lider carismatico, capaz de reagrupar a velha
    guarda da Apple, atrair novos talentos e revigorar a fe' dos
    usuarios.

    Que noticia fantastica! Fiquei profundamente feliz e ate' emocionado.

    'A beira de um lago escuro, perto de Seattle, alguem nao esta
    dormindo bem.

    [ ]s
    Luciano



    Por fim, mensagens de spam que não são da mesma época, mas valem entrar como saideiras, pois eu nunca fui de guardar spams e estes são alguns dos raríssimos que valeram a pena guardar para sempre.



    >From quemfaz-admin@listas.magnet.com.br Mon Sep 20 22:51:40 1999
    Received: from srv3-sao.sao.zaz.com.br (srv3-sao.sao.zaz.com.br [200.246.248.3]) by srv7-sao.sao.zaz.com.br (8.9.3/8.9.3) with ESMTP id WAA25267 for ; Mon, 20 Sep 1999 22:51:40 -0300
    Received: (daemon@localhost) by srv3-sao.sao.zaz.com.br (8.8.5/SCA-6.6) id WAA03654; Mon, 20 Sep 1999 22:51:39 -0300 (BRA)
    Received: from zaphod.insite.com.br ([200.208.4.227]) by srv3-sao.sao.zaz.com.br (8.8.5/SCA-6.6) with ESMTP id WAA03646; Mon, 20 Sep 1999 22:51:37 -0300 (BRA)
    Received: from overman.insite.com.br (news.insite.com.br [200.208.4.225]) by zaphod.insite.com.br (8.9.3/8.9.3) with ESMTP id WAA32030; Mon, 20 Sep 1999 22:50:44 -0300
    Received: from overman.insite.com.br (localhost [127.0.0.1]) by overman.insite.com.br (8.9.2/8.9.1) with ESMTP id WAA25803; Mon, 20 Sep 1999 22:50:43 -0300 (EST)
    Received: from srv9-sao.sao.zaz.com.br (srv9-sao.sao.zaz.com.br [200.246.248.46]) by overman.insite.com.br (8.9.2/8.9.1) with ESMTP id WAA25776 for ; Mon, 20 Sep 1999 22:50:40 -0300 (EST)
    Received: from [10.0.2.3] (dl1-tnt2-245.sao.zaz.com.br [200.211.204.245]) by srv9-sao.sao.zaz.com.br (8.9.3/8.9.3) with SMTP id WAA32191 for ; Mon, 20 Sep 1999 22:50:34 -0300
    Message-Id: <199909210150.WAA32191@srv9-sao.sao.zaz.com.br>
    Date: Mon, 20 Sep 99 22:50:38 -0300
    x-sender: mav@pop.sao.zaz.com.br
    x-mailer: Claris Emailer 2.0, March 15, 1997
    From: Mario AV
    To: "Lista Magnet"
    Mime-Version: 1.0
    Content-Type: text/plain; charset="US-ASCII"
    Subject: [quemfaz-l] Spam! nao leia!
    Reply-To: quemfaz@listas.magnet.com.br
    Sender: quemfaz-admin@listas.magnet.com.br
    Errors-To: quemfaz-admin@listas.magnet.com.br
    X-Mailman-Version: 1.0
    Precedence: bulk
    List-Id: Conselho Magnetico
    X-BeenThere: quemfaz@listas.magnet.com.br
    X-UIDL: e95bd329a1d5357bf45cce3f2732cd40

    Jumble and see the difference

    An anagram is a word or phrase made by transposing or rearranging the
    letters of another word or phrase. The following are exceptionally
    clever. Someone out there either has way too much time to waste or is
    deadly at Scrabble.

    Word When you re-arrange the letters

    Dormitory Dirty Room
    Evangelist Evil's Agent
    Desperation A Rope Ends It
    The Morse Code Here Come Dots
    Slot Machines Cash Lost in 'em
    Animosity Is No Amity
    Mother-in-law Woman Hitler
    Snooze Alarms Alas! No More Z's
    Alec Guinness Genuine Class
    Semolina Is No Meal
    The Public Art Galleries Large Picture Halls, I Bet
    A Decimal Point I'm a Dot in Place
    The Earthquakes That Queer Shake
    Eleven plus two Twelve plus one
    Contradiction Accord not in it

    AND HERE IS THE MOST INTRIGUING PART
    Year Two Thousand A Year To Shut Down !!

    -- M Ramadas Pai

    _______________________________________________
    quemfaz maillist - quemfaz@listas.magnet.com.br
    http://www.magnet.com.br/mailman/listinfo/quemfaz





    From: ""
    Date: Sun Aug 24, 2003 9:00:32 PM America/Sao_Paulo
    To: , , , , ,
    Subject: Dimensional Warp Generator Needed

    Hello,

    I'm a time traveler stuck here in 2003.
    Upon arriving here my dimensional warp generator stopped working. I trusted a company here by the name of LLC Lasers to repair my Generation 3 52 4350A watch unit, and they fled on me.
    Since nobody in this timeline seems to be able to deliver what I need (safely here to me), I will have to build a simple time travel circuit to get where I need myself. While it might be hard to find parts in this time to build anything decent, I need easy to follow schematics from the future to build one which is safe and accurate that will not disrupt the time space continuum with both forward and backward capability accounting for temporal location settings (X, Y, Z,) which can be built out of (readily available) parts here in 2003. Please email me any plans you have. I will pay good money for anything you send me I can use. Or if you have a dimensional warp generator available, and are 100% certain you have a (safe secure) means of delivering it to me please also reply with a secure way to contact you. Send a separate email to me at:
    webmaster@custompaintshop.net


    Do not reply back directly to this email as it will only be bounced back to you.

    Thank You
    Brian Appel



    Artigo selecionado pelo

    Indústria automobilística FAIL

    Ou: como abordar de maneira inepta até a mais válida das causas

    Olha que fofo, gente, a Chevrolet criou um site para facilitar os assaltos ajudar as pessoas a combinarem caronas. A iniciativa é insólita, já que a atitude normal da indústria é de não se envolver com os problemas causados pelo consumo exagerado dos seus produtos. Até recentemente, ela simplesmente não tomava nenhum conhecimento do caos urbano fermentando embaixo do seu nariz. Bastava prometer um onírico paraíso motorizado em anúncios destacando estradas desertas, ruas desertas e trilhas desertas, e apelar para a infalível insinuação de status social, que o público cumpria a sua função de consumir sem questionar. Não cola mais.

    Sinalizando os novos tempos, esta é a perturbadora motivação oficial da companhia para criar o site:

    Oferecer e pegar carona é um jeito de reinventar caminhos e resgatar o prazer de dirigir. Pensando e agindo assim, a gente passa menos tempo no trânsito e consegue chegar pontualmente nos lugares. Desse jeito, sobra mais tempo livre para aproveitar e o carro volta a ser um meio gostoso para se locomover.


    Confissão de fracasso, não? Para os leitores apressados e de compreensão pedestre, vou traduzir:

    um jeito de reinventar caminhos = Reconhecimento da saturação do mercado. Existe tanto carro novo na rua que eles simplesmente não conseguem mais trafegar pelos caminhos consagrados, simples e lógicos. Os motoristas devem se virar e descobrir vias alternativas. Invadem vias de acesso residencial e industrial, não planejadas para suportar o tráfego pesado. Num segundo momento, a cidade inteira vira um imenso Alto da Lapa, com incontáveis esquinas residenciais bloqueadas para conter o inferno. Esta sugestão visa ganhar tempo, talvez alguns anos a mais de venda descontrolada de veículos.

    resgatar o prazer de dirigir = Admissão de que dirigir na cidade ficou incômodo a ponto de pesar na declinante venda de automóveis.

    Pensando e agindo assim, a gente passa menos tempo no trânsito / sobra mais tempo livre para aproveitar = Os carros nas propagandas dão a impressão de reproduzirem o conforto do lar. De fato, o cidadão passa uma parte cada vez maior do seu dia dentro do carro. Mas chegamos a um limite: não dá para substituir mais ainda a sala de estar pelo habitáculo.

    e consegue chegar pontualmente nos lugares = Os engarrafamentos são a perdição para quem tem compromissos com hora marcada. A iniciativa de solidariedade visa gente que precisa de agilidade e também pessoas que não topam usar transporte público ou alternativo, por não serem adequados - ou mais simplesmente, elitistas sociais preconceituosos, que também existem.

    o carro volta a ser um meio gostoso para se locomover = Sugestão de que o carro não é o único meio possível, mas implica que as alternativas não prestam.


    Como NÃO fazer um site promocional

    Mas olha que coincidência, pessoal: pouco antes da Chevrolet, a Renault também fez uma ação publicitária promovendo a carona! Como é que as duas marcas tiveram a mesma ideia quase ao mesmo tempo? Até parece que combinaram...

    Aqui, o resultado é um insulto à inteligência. Deve ser o site mais fake criado em toda a história da Web desde o Gatinho Bonsai. Fajuto até mesmo considerando a assumida intenção de propaganda. Alguns posts inaugurais no Twitter falando em um "movimento" - afinal, tudo na Internet pode ser transformado em movimento - abriram caminho para um blog escrito por quatro abnegados cidadãos de bem que descobriram algo maravilhoso, mágico e reluzente que os fez "redescobrir a cidade". Oh!

    O superproduzido blog inclui vídeos gravados em estúdio e textos escritos por redatores. Tudo pasteurizado e fantasioso. Não convenceria nem o mais bitolado leitor do site do Baboo. É igual a aquelas amostras de comida de plástico de vitrines de restaurantes japoneses: até parece com um blog... Mas os textos são rasos, desconexos da realidade, repetindo toscamente o nome do carro promovido ao final de cada post. É um exemplo rico e abundante de como não se deve fazer um site promocional. Eu só consigo carimbar um enorme FAIL nele.

    Não sou contra nenhum site publicitário (desde que não seja obrigado a ver). Nem sou contra a apropriação do formato de blog (pois sempre dá para perceber quando é propaganda). Não sou contra comprar um carro novo (desde que com critério). Sou contra o desperdício de talento, conexão e tempo com produções anódinas, constrangedoras, até desastrosas, partindo de um tema que no fundo é muito sério: a degradação da convivência urbana pelo trânsito caótico.

    Ademais, há um problema na temática. "Cansei da Cidade" não traz a bonomia aparente de "Carona Chevrolet", onde até se admite que os carros viraram um problema. Neste, a cidade é o vilão. A cidade malvada está fazendo os pobres carrinhos se suicidarem, por Deus, tadinhos deles!

    Quem faz uma ação assim merece perder vendas, não ganhar. A outra marca se saiu melhor com sua tentativa, mas também não merece ganhar vendas - a iniciativa, embora bem cultivada, ainda tem um arzinho hipócrita que incomoda.

    Poder para os Monzas e Chevettes solidários!


    Mas então, #comofas/ ?

    A quem depende totalmente do carro para viver na cidade, quase me dá pena. Mas só quase. A dependência cultural e estrutural do carro é uma cova que todos nós cavamos ao longo das últimas décadas.

    Durante a Segunda Guerra Mundial, o problema não era a falta de espaço para os carros circularem. Era a falta de combustível. Mas os publicitários da época tinham muito mais coragem e menos pudores bobos que os de hoje para transmitir suas mensagens.



    Na nossa atual época, em que a Internet facilita ao indivíduo comprar confrontos e colecionar inimigos, quem a indústria pode apontar como vilão? Vimos que apontar "o trânsito" é um tiro no próprio pé, e apontar "a cidade" é simplesmente imbecil.

    Aos executivos da indústria: querem só fazer cara de bonzinhos e desentupir-se dos carros novos acumulados nos pátios das fábricas, ou desejam sinceramente que as campanhas pela carona dêem resultado? Deixem esses sites definharem para o esquecimento e tentem de novo. Desta vez, em primeiro lugar, contratem profissionais de propaganda que estejam a fim de fazer o seu serviço honestamente em vez de embromar.

    Aos marketeiros: como estratégia, adotem o exemplo do cartaz de Hitler. Instilem medo. Coloquem como argumento principal que a rua é mais segura para quem não dirige sozinho. Joguem no site algumas estatísticas e números sobre assaltos. Pronto! Sucesso!

    2008-12-15

    Everything Is Made In China

    Texto e imagem anteriormente publicados no Flickr no Natal de 2007.



    Os chineses da mercearia nem quiseram saber que era Natal, feriado ou o que mais fosse. Para eles, era apenas mais um dia bom para faturar. A loja era o único local de movimento de pessoas no raio de três quarteirões. Famílias inteiras de animados chineses conversavam e riam, dentro e fora dela.

    Nas prateleiras, uma quase avalanche de produtos novos, sempre e cada vez mais exuberantes e mais interessantes. Uma revolução no consumo. Ao contrário de tantos produtos alimentícios japoneses, com embalagens que aos poucos foram ocidentalizadas até o ponto de ficarem banais e perderem toda a classe, os produtos chineses retêm um espírito tradicional, mas agora são feitos com alta tecnologia em novíssimas fábricas ultramodernas. Suas embalagens, apropriadamente, refletem os novos tempos com um salto espantoso na sua qualidade gráfica. Brilham com empolgação inédita em seus chamativos tons vermelhos e dourados, letras dispostas de maneira conservadora, tudo amarrado por ornamentos neoclássicos. Ainda há designs com cara de serem anteriores à Revolução, mas o estereótipo fácil da tosquice gráfica se dissipou magicamente numa mistura frenética de cores e formas de todas as épocas do século, às vezes juntas num mesmo produto. Em sua entusiasmada mistura de futurismo e nostalgia, revelam uma peculiar inocência que os demais orientais não possuem mais. Os rótulos arriscam um gracioso inglês quebrado, acidentalmente poético e excessivamente confiante: "The Health Benefits of Tea Drinking"...

    Paguei as compras com meu dinheiro prestes-a-se-tornar-chinês, tirei a trava chinesa da minha bicicleta, também feita na China, e subi pedalando a rua, pensando em tirar a camiseta chinesa, remover alguns produtos da mochila chinesa, escaneá-los com o scanner chinês, editar as imagens no computador chinês com o mouse chinês, experimentar a cerveja chinesa, digitar um texto de acompanhamento num teclado chinês, e ver o resultado de tudo num monitor... coreano. Mas que fatalmente será substituído por outro produzido na China.

    Um dia no futuro, seremos todos chineses.


    ODE TO 21st CENTURY CONSUMERISM
    In Modern Chinese-Style Broken English
    By M. A.

    Luminous Becoming of Multiple Possibilities,
    Healthsome Plentiful Achievement, Multitudinous Progress,
    Out of Industrial Prowess: Emergence of Popular Wealth.

    There Is One Glorious Attainment. Bright Light of Our Fulfillment.
    This, Right of Every and Each Citizen of the People.
    Hard Effort and Plain Multitudinous Numbers of Workmen.

    Seeking Together in Harmony One Clear Goal of Beauty;
    The West Asks for Some Goods. We Simply Build Whatever They Need.
    Out of This Arises a Vast, Complete Material System.

    Our Power Lies in this Eclectic Prowess of Thing-Making.
    Our Weakness Not to Enjoy That Ourselves as Well as Them.
    Rejoice! Plenty There Is for All and Ever Starting Right Now.

    The Wide Whole World Speaks Now by a Single, Precious, Lovely Phrase,
    Embedded Into Every Material Thing There Could Be,
    Repeated All Over the Land & All Below the Heavens.

    Three Words of Guidance, of Wisdom, Reality, Truthfulness,
    Final Step for All Generations of Marketing Slogans,
    Veritable Soul Motto, Celestial Heavenly Statement:

    Made In China! Made In China! Made In China!


    Artigo selecionado pelo

    2008-12-10

    BlogBlogs mudou

    Tudo diferente. Isso eu já sabia que iria acontecer. Mas tive oportunidade de capturar, por puro acaso, o momento exato em que a criança estava nascendo.



    Foi bem breve. Prazer fútil. Uma sensação parecida com a de descobrir-se como um número redondo ao participar de alguma promoção vinculada a um contador de visitantes.
    Ou quando faltou só um numeral para você ganhar numa loteria.
    Há algumas coisas que ainda espero ver implementadas no site, mas ele está progredindo bem.
    Eu quero que o novo BlogBlogs dê certo. Quero de verdade, mesmo. Tenho três motivos.
    No mínimo, porque os caras que fazem são gente boa.
    No máximo, para acrescentar utilidade real e agilidade efetiva aos blogs listados, incluindo este.
    Na média, porque ler as autoproclamadas autoridades da mítica blogosfera desmascarando-se com mimimis irritadinhos sobre rankings é a vingança dos justos.
    OK, isso não foi útil nem nobre.
    Mas você gostou de ler, que eu sei.

    Artigo selecionado pelo

    2008-12-09

    Quemándose la película



    ¡Nosotros no hablamos así!

    Artigo selecionado pelo

    2008-12-04

    Os posts mais inúteis do mundo


    (incluindo este)

    Andei pensando: e o perigo que vai ser no dia em que o Twitter permitir mais de 140 caracteres por post? Eis uns hipotéticos microposts não tão micros, seguindo algumas das mais modernas tendências de estilos de redação, para você ter uma amostra do drama...

    @insincerofranco Estúpidos, espúrios, fanáticos de máquinas com limitadíssimas características técnicas e pífios gráficos, prosélitos de fábulas imaginárias e logísticas revolucionárias, práticas estáticas de falácias lógicas: míticos mitômanos, ridículos, ilícitos, execráveis, insípidos, pernósticos: os macmaníacos! (300 caracteres)

    @quemmexeunoqueijo É preciso proclamar em alto, forte e bom som que essa iniciativa de acordo ortográfico é a maior estupidez que um burocrata sem nada para fazer inventou pode destruir a nossa economia, dar trabalho às empreiteiras e um número crescente de mortes e desastres naturais até que algum iluminado de um país estrangeiro detecte a relação entre as mudanças no clima e, mais importante, há provedores de acesso celular que regem o mundo como o quintal da mãe se conscientizem de que a remoção será um custo adicional para as massas sofridas que só querem se divertir em paz sem a tutela dos games censurados. (600 caracteres)

    @intelectualcool Hoje ao anoitecer, saí para a sacada do escritório para contemplar um belo pôr do sol alaranjado. Em casa, pus-me a ler o novo livro analisando o futuro do presidente Obama sob a luz das estrelas e ao mesmo tempo assisti a um espetáculo musical do Bono em carreira solo pela TV; joguei a nova versão do WE no PS3. No colo, uma tigela do meu exclusivo macarrão instantâneo de alho e óleo com Doritos moído e um toque de curry, marca registrada que ofereço aos amigos quando me visitam. Como é véspera de feriado, pedi um martíni seco ao bar que funciona embaixo do meu apartamento, no térreo do prédio. Também completei um RPG clássico que estava perigando pegar poeira na minha estante, e depois assisti em Blu-Ray à versão restaurada dos filmes da Lotte Reiniger na companhia fiel do meu gato Lúcio. (800 caracteres)

    @romanceonline e aí, gata, tudo belê? tá a fim de tipo um xav's na rede? tô aqui, livre, sussa, pode chegar, puxar um banco, sentar e bater papo. tem sofá também. eu sou bom papo, lindo, bom dote, mas sem ser chato nem vazio, tá? culto também, até mesmo ouço jazz em casa, se liga no lance. pode crer que tudo que as minas falam no orkut de mim é pra valer, mas é sério, certo? não gasto meu tempo nem de ninguém, meu lance é firme, o santo é forte, e aqui não tem frufru nem esses papos fracos não. e digo mais: quem der reply em pvt antes ganha um beijo de graça aqui do rapaz. não perde essa chance, não, certo? mamãe manda dizer que o filhão é pra casar, que sabe até passar roupa e bota o lixo pra fora! que pode ser melhor do que um cara que sabe viver na moita mas nunca nega o lugar onde nasceu e de onde veio com muita honra e fiel ao berço. se você sacou tudo e quer dar um toque, se liga aí e manda o papo por aqui. falo sério: não sou fake! vem de boa! beijão no canto da boca e outro no seu orkut. fui! (1000 caracteres)

    @egomegafone estou no meu banheiro agora, lendo um livro muito interessante de um carinha que agora esqueci como escreve o nome, mas estou sem a menor vontade de olhar a capa no momento, mas tem o seguinte, o truta seria um gringo maluco que morreu faz uns poucos anos, de um treco bizarro que nunca ouvi falar, mas antes de morrer ele pediu aos parentes para juntar os textos dele e montar esse livro que saiu faz pouco e me chegou da amazon ontem, depois de quatro meses esperando, e enquanto leio isso aqui bem do meu lado tem uma garrafa de coca-cola meio pela metade, porque eu gosto de vir ao banheiro acompanhado do meu macbook cheirando a novo- sabiam que eu tenho a rede n instalada bonitinha aqui em casa? - e sempre trago junto uma garrafa de coca para beber do gargalo, mas tem que ser meio quente e pouco gasosa, basta tirar da geladeira, abrir, deixar na mesa da cozinha e esperar uns 15 minutos, que eu gosto mais assim mais suave, e eu ainda trago um livro qualquer que fico lendo assim que fico entediado de ficar twittando sentado no meu trono e depois que a coca acaba e surge a vontade iminente de ir se limpar no chuveirinho, porque de tanto demorar secou tudo, claro que entendeu o que eu quero dizer, de quando o papel perde a capacidade de arrancar os restos e vamos deixar os detalhes excessivos para um outro tweet, beleza... e como eu estava explicando antes de tudo, esse livro fala de (este post continua em: http://tinyurl.com/6dr75t) (1400 caracteres)

    @comercialsemdisfarce Você quer ganhar um Motorola RAZR com um ano de plano grátis? Ligue agora mesmo para 0800-9134-2819 e não perca mais esta incrível oportunidade! E você ainda entra no sorteio mensal da promoção "Casa Zero Quilômetro" das Lojas Esperança. É a sua chance de conquistar uma vida melhor! Não perca tempo. Acesse o nosso site e garanta o seu futuro. Os primeiros 30 que ligarem levam uma exclusiva pipoqueira esmaltada com todo o requinte que só a Caminhos do Lar poderia proporcionar. Estude computação! Você quer ganhar um Motorola RAZR com um ano de plano grátis? Ligue agora mesmo para 0800-9134-2819 e não perca mais esta incrível oportunidade! E você ainda entra no sorteio mensal da promoção "Casa Zero Quilômetro" das Lojas Esperança. É a sua chance de conquistar uma vida melhor! Não perca tempo. Acesse o nosso site e garanta o seu futuro. Os primeiros 30 que ligarem levam uma exclusiva pipoqueira esmaltada com todo o requinte que só a Caminhos do Lar poderia proporcionar. Estude computação! Você quer ganhar um Motorola RAZR com um ano de plano grátis? Ligue agora mesmo para 0800-9134-2819 e não perca mais esta incrível oportunidade! E você ainda entra no sorteio mensal da promoção "Casa Zero Quilômetro" das Lojas Esperança. É a sua chance de conquistar uma vida melhor! Não perca tempo. Acesse o nosso site e garanta o seu futuro. Os primeiros 30 que ligarem levam uma exclusiva pipoqueira esmaltada com todo o requinte que só a Caminhos do Lar poderia proporcionar. Estude computação! Você quer ganhar um Motorola RAZR com um ano de plano grátis? Ligue agora mesmo para 0800-9134-2819 e não perca mais esta incrível oportunidade! E você ainda entra no sorteio mensal da promoção "Casa Zero Quilômetro" das Lojas Esperança. É a sua chance de conquistar uma vida melhor! Não perca tempo. Acesse o nosso site e garanta o seu futuro. Os primeiros 30 que ligarem levam uma exclusiva pipoqueira esmaltada com todo o requinte que só a Caminhos do Lar poderia proporcionar. Estude computação! (2000 caracteres)


    (Adaptado e expandido de um texto que escrevi para comentar o genial post do GraveHeart: Top 10 pessoas para deixar de seguir no Twitter). Genial, especialmente pelo tanto de gente que se sentiu atingida (mesmo sendo tradução de um texto gringo) e comentou para tentar se explicar ou se situar fora das dez categorias, complicando-se de graça. O ser humano é patético.

    Update - O post original em inglês que deu origem à discórdia é este aqui. Interessante nele é que os comentários furiosos de gente que se sentiu atingida são bem mais abundantes. Todos podem resumir-se a este: Who are you to judge? - que também foi dito em relação ao post brasileiro.

    2008-12-02

    A primeira rede antissocial

    Artigo selecionado pelo

    As redes sociais na Internet chegaram à saturação. Depois do orkut, do MySpace, do Plaxo, do Facebook, do Technorati, do Flickr, do Twitter, do Gazzag, do LinkedIn, do Blip, do BlogBlogs e do Tagged, recusei-me a fazer a inscrição em qualquer outro serviço. Chega dessa rotina de manter atualizada mais uma versão do meu perfil pessoal, checar sucessivos emails com convites dos mesmos amigos desocupados curiosos de sempre para o mais novo site da moda, declinar de presentes virtuais bobos, recusar a instalação de aplicativos sociais ainda mais bobos.

    E aposto que milhares de pessoas ao redor do mundo se incomodam tanto quanto eu com todo esse dreno de tempo e energia. Não pretendo colecionar no meu MeAdiciona.com mais um site sugador de atenção que repete as funções dos outros onze e meio nos quais já estou presente.

    Por tudo isso, não me surpreendi com a notícia do encerramento do Pownce, absorvido pela empresa de ferramentas de blogs Six Apart. Tornou-se complicado alguém prosperar nessa categoria de negócio. Já existe rede social voltada para tudo que você quiser. O terreno já está completamente mapeado e explorado. MySpace e orkut definiram o ramo. Twitter e YouTube complementaram. Nada mais resta para inventar.

    Exceto numa coisa. Nenhum desses sites todos leva em consideração os seus desafetos. Apenas os seus amigos, admiradores, parentes, amantes etc. Não oferece categorias especiais para o chefe psicopata, a ex estressante, o cliente sem noção, o síndico sádico, o irmão fracassado, o vendedor de assinaturas implacável, o troll de fórum, a sogra controladora, a empresa desonesta, a vizinha fofoqueira, o motorista prepotente, o dentista insensível, o vizinho emo, a mídia vendida e o político ladrão.

    Tudo isso ocupa uma parte importante da sua vida, negligenciada por todos os sites normais e bonitinhos, que descrevem cada um dos participantes como uma pessoa maravilhosa, especial, influente, linda, incansável, bem-humorada, perfeita, atraente, popular, de bom gosto, carismática, habilidosa, educada, sexy, bom partido, talentosa, querida, invejável, tesuda, elegante, inteligente, mágica, doce, pé de valsa, irretocável, encantadora, brilhante, companheira, genial, equilibrada, indiscutível, memorável, bem-sucedida, charmosa, sábia, da hora, positiva, iluminada, gostosa, cativante, famosa, comível, articulada, ética e superior - a se crer no que dizem os depoimentos e perfis. Precisamos adicionar um senso de realidade à açucarada vida virtual.

    Abra alas para uma nova rede absolutamente diferente de todas as outras: o myEnemy.

    O myEnemy representa a tendência oposta aos orkuts e MySpaces, na contramão do óbvio. Em seu sardônico texto de introdução, o site chama a si próprio de "rede antissocial". Em suas próprias palavras: "Nós nos irritamos com a falsidade inerente à concepção de 'boa vizinhança' promovida pelos outros sites e buscamos contrabalançar essa fofice forçada com uma abordagem que não deixa de levar em conta as conexões negativas que de fato existem entre pessoas no mundo real."

    Conexões negativas que, enfim, não podem passar ignoradas ao se conhecer de perto uma pessoa autêntica. Uma rede formulada somente por afinidades conta somente metade da história de cada participante. Como fica a outra metade - a mais interessante, diriam os cínicos? Pessoas definem-se tanto pelos seus ódios e aversões quanto pelos gostos. O myEnemy leva isso em conta. Cada usuário assina um termo de responsabilidade ao inscrever-se e então toca o terror contra suas nêmesis pessoais conforme julgar adequado.

    Na hora da inscrição, você lista os seus ódios e ele os relaciona ao banco de dados interno, colocando você em contato imediato com outras pessoas que exibem o mesmo antagonismo. Você dá nome aos bois, listando os seus inimigos, desafetos, ex-sócios, ex-cônjuges e rivais; faz cobranças morais em público; escreve depoimentos embaraçosos, revelações devastadoras e críticas destrutivas; registra queixas contra empresas; passa a limpo o brutamontes que torturava você na escola; lava a roupa suja com a parentada; desenvolve planos de vingança contra os infelizes; conspira junto aos inimigos em comum dos seus inimigos.

    Quando você dá "Add as Enemy" em outra pessoa, ela não precisa estar inscrita no myEnemy. A ficha (nome que o site dá às páginas de perfil) para ela passa a existir automaticamente e consolida as suas diatribes. Mas, antes que essa ficha apareça para o público do site, a sua existência deve ter confirmação e validação através de indicações adicionais feitas por outros usuários.

    Ao entrar para inscrever-se no site, caso o seu nome já esteja indicado por alguém, o sistema apresenta a sua ficha para que você tome posse dela, dando-lhe a oportunidade de contestação e revide. Você não pode, porém, checar as fichas antes de se inscrever; trata-se de uma medida preventiva contra apropriações de fichas por pessoas erradas.

    Se duas ou mais indicações de inimigos suas coincidem com as indicações de outro usuário, isso denota a existência de uma relação positiva entre esses inimigos. O sistema tira proveito disso. Quando outro usuário qualquer indica uma dessas pessoas como inimigo, o sistema oferece as demais como "provável inimigo". Funciona de forma similar à função de "provável amigo" de outras redes sociais.

    Se você indicar alguém como inimigo e essa pessoa fizer o mesmo com você, abre-se um campo novo na sua página de perfil para os dois se confrontarem diretamente, poupando as maledicências indiretas.

    Mas nem tudo funciona de forma nominal e direta no myEnemy. Há um empolgante modo anônimo, oficialmente inexistente em outros sites sociais, pelo qual você pode demonstrar desaprovação contra alguém sem que este jamais saiba quem o atingiu. Não precisa burlar as regras do site criando perfis falsos! As rejeições dirigidas a você, tanto diretas quanto anônimas, aparecem contabilizadas na sua página principal pelo indicador de "Ostracism". A proporção entre as execrações anônimas e as diretas aparece no mostrador de "Gossip".

    Nos fóruns (comunidades), acontece a discussão coletiva. Os temas principais já vêm listados, para facilitar buscas e eliminar redundâncias. Os principais gêneros de controvérsia prontos incluem ideologia política, tendência econômica, fé religiosa, preferência sexual, estilo de música, gênero de literatura, escola filosófica, atividade profissional, marca de refrigerante, classe social, plataforma de computador e várias outras fontes universais de discórdia. O sistema cria categorias novas automaticamente, através da análise semântica das discussões de temas gerais e da frequência relativa dos temas. Dessa forma, por exemplo, as denúncias contra companhias de telefonia celular e as tiradas pessimistas sobre a profissão de designer ganharam fóruns próprios de imediato, sem necessidade da intervenção dos usuários.

    Há uma assistência jurídica gratuita, o "Lawyer Hotline", que funciona via chat. Mas ele não serve para defender ninguém, somente orientar. Afinal, a legislação varia muito de um país a outro e ainda não foram escalados especialistas em direito brasileiro. De forma geral, o site lava as mãos acerca do que você faz dentro dele. Você precisa ficar esperto ao expressar ódios generalizados, como racial ou sexual, proscritos pela lei, que podem ganhar emprego pelos seus inimigos como provas criminais contra você. Isso significa que não rola vale-tudo de insultos no myEnemy. Isso garante um ambiente de confronto franco e sadio, sem desperdício de impropérios, invectivas e acusações.

    O serviço acabou de entrar em beta. Por isso, o número extremamente contado de convites disponíveis. Eu mesmo só tenho três convites na mão, e eles já estão prometidos a um amigo do peito, a um primo no exterior e à namorada. Pelo menos até a data oficial de lançamento, o conteúdo funcionará de forma completamente fechada, para que as brigas entre usuários não vazem para fora do site. Com o refinamento da proteção jurídica, imagino que essa segurança relaxe com o tempo. O lançamento oficial está previsto para o segundo semestre de 2009.



    Nota - Texto de 7800 toques composto sem o verbo ser.