2005-04-06

Diaboverde



A minha Rockhopper antiga, apelidada "Diaboverde", sofreu uma reforma que levou exatamente um ano: de abril de 2004 a abril de 2005. Passou de 21 a 24 marchas, teve a suspensão restaurada, rodas completamente refeitas com componentes novos, novo selim etc. Em termos de componentes, está no nível de uma boa bike de cross-country atual, com a diferença da idade e do design relativamente antiquado.
Este ano quero comprar uma MTB nova, mas de um nível mais alto para usar em trilhas, e manter a velhinha para as correrias do dia-a-dia.
A foto foi feita logo depois de trocar os pneus finos de asfalto por agressivos pneus de freeride.

A tal mountain bike nova acabou sendo a FSRxc e só a comprei em agosto de 2006, após enrolar muito na decisão. Aproveitei para comprar também uma segunda bike, a Hardrock prata, que virou substituta direta da Rockhopper verde, porque serve para a mesma função: uso geral na rua.

Assim estava a Rockhopper no dia da despedida, fotografada no mesmo local de antes, a entrada da editora Conrad (clique para ver maior):