2005-10-23

CAPTCHA!

A melhor maneira de impedir que programas "bots" coloquem spam em comentários de blogs ou votem indevidamente em pesquisas online é fazer um teste de autenticação CAPTCHA, dos quais o mais conhecido é aquele em que você tem de redigitar uma palavra distorcida.
O site assinalado é na universidade Carnegie Mellon e conta a história do método, com exemplos. Mas logo no topo da mesma página há notícias perturbadoras: novos softwares experimentais conseguem decifrar as palavras embaralhadas. Logo, os spammers podem ter acesso a programas assim e burlar os próprios testes.
Outros testes usam uma lógica mais complexa, como associar grupos de imagens, mas o procedimento começa a ficar difícil demais, inibindo a participação dos seres humanos além das máquinas.
Neste blog a quantidade de comentários em proporção ao número de visitas é muito inferior ao de 2003, e suspeito que uma razão é a exigência da autenticação. Ninguém gosta de precisar passar num microteste de QI toda vez que vai dar um simples alô para um blogueiro.

Update - O CAPTCHA do Blogger produz muitas palavras impronunciáveis, mas de vez em quando sai uma legal. Estou juntando algumas para compor um texto...

4 comentários:

  1. Desde o primeiro artigo sobre o CAPTCHA já se esperava que os testes automáticos também serviriam pra gerar avanços em inteligência artificial ("we hope that the use of hard AI problems for security purposes allows us to advance the field of Artificial Intelligence").

    Então não é surpresa nenhuma que pesquisadores em visão computacional (como os famosos Mori e Malik de Berkeley) estejam conseguindo criar programas que lêem os CAPTCHAS.

    Mas com o avanço da própria Inteligência Artificial, os programas que diferenciam spam de mensagens legítimas estão cada vez melhores. Vide o filtro de spam do Gmail que aprende a diferenciar automaticamente spam de mensagens legítimas, com a ajuda de usuários que usam o botão "report spam".

    ResponderExcluir
  2. é meio chato ter que entender o que está escrito mesmo para postar um comentário protegido por captcha.

    No meu site (bernabauer.com) eu pensei em colocar logo de cara o captcha para me proteger, mas acabei pensando melhor. Como ainda não tenho problema, não vou irritar meus visitantes com o captcha. Quando o problema acontecer tenho duas opções: restringir os comments aos visitantes registrados ou usar o captcha.

    ResponderExcluir
  3. Na primeira semana do novo blog eu usei o método da restrição, mas era injusto demais. O captcha não obriga ninguém a se filiar ao Blogger, o que é uma vantagem.

    ResponderExcluir
  4. Alexander Blagus28/10/05 13:36

    Alô blogueiro !!!

    ResponderExcluir